METODOLOGIAS ATIVAS EM EDUCAÇÃO DIGITAL: POSSIBILIDADES DIDÁTICAS INOVADORAS NA MODALIDADE EAD

Karina Gomes Rodrigues, Guilherme Alves de Lemos

Resumo


A pesquisa tem por objetivo investigar as possibilidades pedagógicas e uso de metodologias ativas em educação a distância como eixo da inovação pedagógica. O referencial teórico fundamentou-se em Moran (2013-2015), Choti (2017), Tori (2010), Valente (2014), Teixeira (2018), Moraes e Navas 2015), entre muitos outros. A orientação metodológica deu-se por meio de pesquisa de abordagem qualitativa, uma vez que provoca uma atitude indagativa frente ao objeto do conhecimento por meio de interpretações e ressignificados. As reflexões reunidas contribuíram para a pontuação de que, as atividades pedagógicas devem ser desenhadas de forma que tenham sentido e significado, e que desencadeiem processos de aprendizagem motivadoras.


Palavras-chave


Metodologias ativas. Tecnologias digitais. Educação à distância.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO, I. S.; MAZUR, E. Instrução pelos colegas e ensino sob medida: uma proposta para o engajamento dos alunos no processo de ensino-aprendizagem de física. 2013. Disponível em: http://www.pucpr.br/arquivosUpload/5379833311461697415.pdf. Acessado em 20 set. 2019.

BEHRENS, M. A. Projeto de aprendizagem colaborativa num paradigma emergente. In: MORAN, J.M.; BEHRENS, M. A.; MASETTO, M.T. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 21ª ed. Campinas: Papirus, 2013.

CHOTI, D.M.M. Formação pedagógica de professores universitários numa visão paradigmática inovadora: a utilização de recursos encontrados na Web 2.0. 2017. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba. Disponível em: . Acessado em: 20 de set. de 2019.

FOFONCA, E. et al. A integração da cultura digital na educação como experiência metodológica inovadora no ensino das linguagens: impactos interdisciplinares. In: BRITO, G.S.; ESTEVAM, M.; CAMAS, N.P.V.(Orgs.). Metodologias pedagógicas inovadoras: contextos da educação básica e da educação superior. Curitiba: Editora IFPR, 2018.

FONSECA, S. M.; MATTAR, J. Metodologias ativas aplicadas à educação a distância: revisão da literatura. Revista EDaPECI, v. 17, n. 2, p. 185-197, 2017. Disponível em: < https://seer.ufs.br/index.php/edapeci/article/view/6509/pdf>. Acessado em: 21 de set. de 2019.

FONSECA, S. M.; MATTAR, J. Metodologias ativas aplicadas à educação a

LÉVY, P. Cibercultura. Tradução de Carlos Irineu da Costa. 2ª ed. São Paulo: Ed. 34, 2000.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 1986.

MAZUR, E. Peer instruction: A Revolução da Aprendizagem Ativa. Editora Penso. 2015.

MÉLLO, D.E.; OLIVEIRA, A.X. Os artefatos digitais na educação superior: possibilidades didáticas para o ensino de conceitos científicos à luz da Teoria Histórico-Cultural. In: BRITO, G.S.; ESTEVAM, M.; CAMAS, N.P.V.(Orgs.). Metodologias pedagógicas inovadoras: contextos da educação básica e da educação superior. Curitiba: Editora IFPR, 2018.

MORAES, M.C.; NAVAS, J.M.B. (Org.). Complexidade e transdisciplinaridade em educação: teoria e prática docente. Rio de Janeiro: Wak, 2015.

MORAN, J.M. Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias audiovisuais e telemáticas. In: MORAN, J.M.; BEHRENS, M. A.; MASETTO, M.T. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 21ª ed. Campinas: Papirus, 2013.

MORAN, J.M. Mudando a educação com metodologias ativas. In: SOUZA, C.A.; MORALES, O.E.T.(orgs.). Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Coleção Mídias Contemporâneas. Vol. II, 2015.

NÓVOA, A. (coord.). Os professores e sua formação. Lisboa-Portugal, Dom Quixote, 1997.

NÓVOA, A. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Disponível em: http://www.educacionyfp.gob.es/revista-de-educacion/dam/jcr:31ae829a-c8aa-48bd-9e13-32598dfe62d9/re35009por-pdf.pdf. Acesso em: 20 set. 2019.

TEXEIRA, K.L. Aprendizagem baseada em projetos: estratégias para promover a aprendizagem significativa. In: BRITO, G.S.; ESTEVAM, M.; CAMAS, N.P.V. (Orgs.). Metodologias pedagógicas inovadoras: contextos da educação básica e da educação superior. Curitiba: Editora IFPR, 2018.

TORI, R. Educação sem distância: as tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. São Pulo: Editora Senac São Pulo, 2010.

VALENTE, J. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, Edição Especial n. 4/2014, p. 79-97. Editora UFPR. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/er/nspe4/0101-4358-er-esp-04-00079.pdf. Acesso em: 20 set. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.